Sobre Rio Bonito
» História de Rio Bonito
» Geografia de Rio Bonito
» Hino de Rio Bonito
» População de Rio Bonito
» Personalidades de RB
» Turismo de Rio Bonito
» Mapa de Rio Bonito
Comércio e Serviços de Rio Bonito
» Alimentos e Bebidas
» Animais
» Beleza e Estética
» Casa e Decoração
» Colégios e Cursos
» Comer Bem
» Comunicação e Propaganda
» Construção e Reforma
» Esporte, Turismo e Lazer
» Festas e Eventos
» Finanças e Negócios
» Informática
» Lojas e Comércio
» Medicina e Saúde
» Moda e Acessórios
» Profissionais e Serviços
» Veículos
Guia RB
» Notícias de Rio Bonito
» Jornal Folha da Terra
» Jornal Gazeta Rio Bonito
» Jornal O Tempo em Rio Bonito
» Entrevistas
» Colunas
» TV Rio Bonito
» Cultura
» Fotos de Eventos
» Blogs de Rio Bonito
» Notícias de RB por e-mail
Comercial :: Guia RB
» Anuncie sua Empresas
» Hospedagem de Sites
» Fale Conosco
 
Anuncie com 50% de Desconto

Rio Bonito sofre as sequelas da sua hipocrisia

16/05/2012 14:43:05



Rio Bonito sofre as sequelas da sua hipocrisia

Diante de uma série de críticas às nossas polícias, nós convidamos o amigo leitor a refletir sobre a dupla face da nossa sociedade. A verdade é que nós precisamos parar de culpar as nossas polícias por elas reproduzirem práticas que são naturais ao brasileiro, um povo violento, corrupto e defensor da máxima “aos amigos tudo, aos inimigos a força da lei”!

Vamos citar o que aconteceu recentemente com os bandidos que assaltaram a Padaria Nosso Pão, que foram presos pela polícia e soltos pela nossa injusta Justiça! Podemos afirmar sem medo de estar sendo injustos, que Rio Bonito, hoje, sofre os resultados da sua histórica hipocrisia, do seu famigerado egoísmo e da sua afamada postura provinciana.
Até muito recentemente vivíamos olhando ao nosso umbigo e imaginando ser Rio Bonito um clube de amigos. Uma espécie de sociedade fechada (ainda acontece, mas em menor escala)!

Depois de anos de sujeiras varridas para baixo do tapete em nome de amizades e comentários cínicos do tipo “deixa isso pra lá, porque não podemos expor a família riobonitense”, esse é o resultado: a Justiça por aqui inexiste e o Ministério Público reconhece não poder atuar por ter as mãos atadas pela dupla face da sociedade hipócrita.

Podemos acrescentar aos já mencionados, hipocrisia e egoísmo, o cinismo, os hábitos classistas, as práticas infantis e, sobretudo, a eterna malversação dos recursos públicos, por aqui nunca utilizados para o coletivo, mas para o individual e/ou para esse ou aquele grupo.

Com a chegada da modernidade, que se instalou a convite do Comperj, o resultado está aí diante de nós: trânsito caótico, desinteresse pela política (povoada por maus riobonitenses), falência dos valores, desinteresse pelo semelhante, banalização da vida e do sexo, uso de drogas como forma de auto-afirmação, entre outras coisas que podemos resumir com uma única palavra: CAOS!

Compartilhe:

Publicidade/Links Patrocinados:

.:: Destaques ::.